22°
Máx
16°
Min

Arqueólogos acham machado de pedra mais antigo do mundo

Arqueólogos descobriram na Austrália um fragmento do mais antigo machado já encontrado até hoje. A ferramenta tem entre 46 mil e 49 mil anos. Praticamente todos os machados já encontrados até agora foram fabricados após o surgimento da agricultura, há cerca de 10 mil anos. O estudo, realizado por cientistas da Universidade Nacional Australiana, foi publicado nesta terça-feira, 10, na revista científica Australian Archeology.

Segundo a autora principal do estudo, Sue O'Connor, o machado foi encontrado em Kimberley, no oeste da Austrália. A época de sua fabricação, segundo a pesquisadora, coincide com o momento em que os primeiros humanos chegaram ao continente. "Essa é a mais antiga evidência de machados de cabo em todo o mundo.

Em nenhum outro lugar foram encontrados machados dessa época", afirmou Sue.

Segundo a arqueóloga, até a nova descoberta, o machado de cabo mais antigo já registrado tinha cerca de 35 mil anos e havia sido localizado no Japão. "No Japão, esse tipo de machado já aparece há 35 mil anos, mas é uma exceção. Na maior parte dos países do mundo, os machados só aparecem com a agricultura, há cerca de 10 mil anos", explicou.

A nova descoberta mostrou, segundo a pesquisadora, que a tecnologia aborígine arcaica não era tão simples como se pensava. "Artefatos de pedra australianos são frequentemente caracterizados como artefatos muito simples. Mas claramente esse não é o caso, já que tínhamos esses machados de cabo na Austrália antes deles aparecerem em qualquer outro lugar", disse.

A descoberta sugere que a tecnologia foi desenvolvida na Austrália logo depois da chegada dos humanos ao continente, há cerca de 50 mil anos. "Sabemos que eles não tinham machados nos lugares de onde eles vieram. Não há machados nas ilhas ao norte nessa época. Esses povos chegaram à Austrália e inovaram fabricando machados", afirmou.

Depois de ser encontrado, o fragmento do machado foi analisado por Peter Hiscock, professor da Universidade de Sydney. "Como não há machados conhecidos no sudeste da Ásia durante a Era do Gelo, essa descoberta nos mostra que os humanos começaram a experimentar novas tecnologias quando chegaram à Austrália, inventando maneiras para explorar os recursos que encontravam", disse Hiscock. "A questão sobre quando os machados foram inventados foi levantada por décadas. Agora temos uma descoberta que parece ter respondido essa questão", afirmou o arqueólogo.

O fragmento do machado foi escavado no início da década de 1990 por Sue O'Connor. Mas só agora novos estudos do fragmento revelaram que ele é parte de um machado feito de basalto que foi esculpido e polido por fricção contra uma rocha menos dura, como arenito.