24°
Máx
17°
Min

Brasileiro de 45 anos é acusado de assassinar filha de 19 nos EUA

Um brasileiro de 45 anos que vive nos Estados Unidos é acusado de matar a tiros sua filha de 19. Segundo a polícia, a universitária Sabrina da Silva, estudante da Bristol Community College, foi assassinada na última quarta-feira, 3, no lado de fora da sua casa, na cidade de New Bedford, no Estado de Massachusetts.

Segundo a denúncia apresentada nesta segunda-feira, 8, o autor dos disparos que mataram Sabrina é seu pai, Walter da Silva, que vive em Danbury, no Estado vizinho de Connecticut. As autoridades não informaram a motivação do crime.

"Este caso de homicídio é particularmente arrepiante porque envolve um pai que é acusado da morte da própria filha", disse o procurador do Condado de Bristol Thomas Quinn III.

O brasileiro foi preso na sexta-feira, 5, na cidade de Bridgeport, em Connecticut, acusado inicialmente de ser foragido da Justiça e violar a condicional após ser condenado por tentar matar a mãe de Sabrina, Lilian Silva, em Weston, em Massachusetts, há mais dez anos.

A Justiça dos Estados Unidos afirmou que ele é um cidadão brasileiro e colocou em dúvida sua situação de imigrante. Silva participou de uma audiência na segunda-feira, mas não se sabe se ele tem uma advogado.

A mãe da vítima declarou que ficou aliviada ao ser informada sobre a prisão de Silva. "Estou muito interessada em saber o que ele vai dizer. E quero justiça", disse Lilian, em comentários publicados pelo jornal The Boston Globe. "Dói profundamente não ter minha filha."