22°
Máx
14°
Min

Cantareira fica estável e outros reservatórios recuam

O volume do Sistema Cantareira, que abastece a maior parte da Grande São Paulo, se manteve estável neste domingo, mesmo sem o registro de chuvas na região. O índice ficou em 75,3% do total, considerando-se as duas cotas do volume morto. Sem essas reservas, o Cantareira atinge 46,7% da capacidade. Os dados são Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Já nos demais mananciais que abastecem a área metropolitana, houve recuo no armazenamento.

A maior baixa foi registrada pelo Rio Claro, de 0,4 ponto porcentual, para 82,9% do total. Na sequência está o Guarapiranga, com perda de 0,3 ponto porcentual neste domingo, para 80,5%. Já o Alto Cotia diminuiu 0,2 ponto porcentual, para 97,5%, ao passo que Rio Grande e Alto Tietê caíram 0,1 ponto porcentual cada, para 80,7% e 42,1%, respectivamente.

Conforme a Sabesp, as chuvas registradas em agosto sobre os reservatório que abastecem a Grande São Paulo superam a média histórica. No Cantareira, por exemplo, choveu no acumulado do mês 43,6 milímetros, ante 34,3% na média.