23°
Máx
12°
Min

Com relator do DEM, base de Alckmin domina CPI da Merenda

O deputado estadual Estevam Galvão (DEM) foi nomeado nesta terça-feira, 28, relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Merenda na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). Com a indicação, a comissão que vai investigar o esquema de desvio de recursos de alimentação escolar no Estado e em prefeituras paulistas será totalmente comandada pela base do governo Geraldo Alckmin (PSDB).

Na semana passada, os nove integrantes da CPI, entre os quais oito são governistas, já haviam eleito o deputado Marcos Zerbini (PSDB) presidente da comissão e Adilson Rossi (PSB), vice-presidente. O controle da CPI, inicialmente proposta pelo PT, foi criticado por deputados da oposição e estudantes, que temem uma "blindagem" nas investigações.

Cotado para ser o relator, o deputado Delegado Olim (PP), disse aos colegas que preferia não assumir a função porque precisará de tempo para preparar sua candidatura a prefeito de São Paulo.

O líder da bancada petista, deputado Zico Prado, disse que o partido acionará a Justiça para tentar uma segunda vaga na CPI para a oposição na Alesp, composta também pelo PSOL e pelo PC do B. Na CPI, somente o deputado Alencar Santana (PT) não pertence à base do governo paulista.

Os deputados aprovaram os sete requerimentos que estavam na pauta da CPI entre os quais o pedido de todos os documentos do inquérito da Operação Alba Branca ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público Estadual (MPE), que desmontou o esquema de superfaturamento e pagamento de propina em convênio da Cooperativa Agrícola Familiar (Coaf) com a Secretaria Estadual da Educação no início deste ano.