24°
Máx
17°
Min

Diarista é acusada de dentista

A diarista Marivone Pereira da Silva se apresentou nessa terça, 16, à polícia após a Justiça decretar sua prisão por envolvimento na morte do dentista Wellington Silva, no dia 6 em Pirituba, na zona oeste de São Paulo. Segundo a polícia, ela faz parte do grupo de pichadores que atacou Silva e o espancou até a morte.

Na segunda, 15, um outro suspeito havia se apresentado, mas acabou liberado após não ter sido reconhecido por testemunhas. Já estava preso Adolfo Gabriel de Souza e três ainda são considerados foragidos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.