23°
Máx
12°
Min

Eletronuclear inicia parada programada de Angra 1

(Foto: Divulgação) - Eletronuclear inicia parada programada de Angra 1
(Foto: Divulgação)

A Eletronuclear desconectou às 0h05 deste sábado (18) a Usina Angra 1 do Sistema Interligado Nacional (SIN) para efetuar o reabastecimento de combustível. A parada programada foi definida em comum acordo com o Operador Nacional do Sistema (ONS) e deverá durar 37 dias, informa a companhia.

Cerca de um terço do combustível nuclear será recarregado, além de serem realizadas atividades de inspeção e manutenção periódicas e também a instalação de modificações de projeto que precisam ser feitas com a usina desligada. Durante o período, o ONS gerenciará o sistema interligado de forma a garantir o abastecimento seguro de energia elétrica.

Os técnicos da empresa vão trabalhar em conjunto com 1,2 mil profissionais (sendo 87 estrangeiros) de firmas nacionais e internacionais contratadas pela Eletronuclear para auxiliar na parada. Dentre as cerca de 3,9 mil tarefas planejadas para o período, a companhia destaca o reabastecimento do reator com 40 novos elementos combustíveis, inspeção de soldas do vaso do reator, revisão dos selos de uma das bombas de refrigeração do reator, aplicação de ultrassom numa das turbinas de baixa pressão, troca de juntas de expansão das turbinas, entre outras atividades.

As paradas para reabastecimento ocorrem a cada 12 meses, aproximadamente, e são programadas com pelo menos um ano de antecedência, levando em consideração a duração do combustível nuclear e as necessidades do SIN. Neste ano, o planejamento também precisou considerar a realização das Olimpíadas do Rio de Janeiro, para não comprometer o fornecimento de energia durante o período dos jogos.