27°
Máx
13°
Min

Estudantes fazem protesto em Rio Preto

Estudantes e professores fizeram uma passeata ontem, em São José do Rio Preto, contra a medida provisória da reforma do ensino médio enviada ao Congresso Nacional pelo presidente Michel Temer. O grupo formado por cerca de 80 manifestantes, segundo a Guarda Civil Municipal (GCM), percorreu as ruas centrais da cidade e se concentrou na frente da prefeitura. Com faixas e cartazes, eles protestavam principalmente contra a possível retirada de disciplinas como Filosofia, Educação Física e Educação Artística da grade curricular.

Equipes da GCM interditaram vias para a passagem dos manifestantes. O trânsito ficou confuso. Os organizadores da passeata informaram que o objetivo era chamar a atenção para pontos da reforma que são considerados prejudiciais à educação.

Notório saber

Um dos cartazes também contestava a permissão para que profissionais não formados lecionem com base no critério do notório conhecimento. Conforme a organização, dez instituições de ensino público e privado participaram da manifestação. O Ministério da Educação informou que a proposta ainda está em discussão e não faria comentários sobre os protestos.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.