22°
Máx
16°
Min

Ex-provedor da Santa Casa é preso por desvios em Sorocaba

Acusado de desviar recursos do hospital, o ex-provedor da Santa Casa de Sorocaba José Antônio Fasiaben foi preso preventivamente, na manhã desta segunda-feira, 15, em uma operação da Polícia Civil e do Ministério Público do Estado de São Paulo. Os policiais cumpriram mandados de busca domiciliar expedidos contra ele e também contra o vice-provedor, Ademir Lopes Soares. Uma funcionária do convênio Santa Casa Saúde, que também teve a prisão preventiva decretada, foi procurada em casa, mas não foi encontrada.

Os suspeitos foram levados para a sede da Polícia Civil e devem ser encaminhados para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba. O advogado de Fasiaben e de seu vice, Mário Del Cistia, informou que vai entrar ainda nesta segunda-feira com pedido de revisão dos mandados de prisão. Caso não seja atendido, impetrará habeas corpus.

Fasiaben é investigado por supostos desvios de R$ 6,6 milhões de verbas públicas repassadas ao hospital, o que é negado por ele.

O provedor administrava a Santa Casa, um dos maiores hospitais filantrópicos da região, havia mais de dez anos. Uma auditoria apurou que recursos repassados pelo governo federal para um centro de oncologia foram usados para outros fins. Também foram feitos pagamentos indevidos e compras sem licitações.

Em 2014, a prefeitura decretou intervenção no hospital. A polícia investiga também denúncias de superfaturamento em materiais e serviços pagos pelo hospital. Dois dos inquéritos correm em segredo de justiça.