24°
Máx
17°
Min

Falha nos freios pode ter causado acidente de ônibus que matou 18 em rodovia

Uma falha no sistema de freios pode ser a causa do acidente que matou 18 pessoas na Rodovia Mogi-Bertioga no final da noite da última quarta-feira, 8. Peritos do Instituto de Criminalística fizeram nessa terça-feira, 14, uma nova avaliação do veículo.

Com a ajuda de funcionários do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e o auxílio de um guincho, eles retiraram as peças que formam o conjunto de frenagem do veículo, que está estacionado em um pátio da Polícia Rodoviária na estrada. As peças removidas foram encaminhadas para Santos. Posteriormente, passarão por testes em São Paulo. A análise deve ser concluída em 30 dias.

Os peritos também analisaram no local a barra de direção do ônibus e constataram que o equipamento está intacto. Na quarta-feira passada, por volta das 23 horas, o ônibus com os universitários de São Sebastião que estudam em Mogi das Cruzes tombou na altura do quilômetro 84 da Rodovia Mogi-Bertioga. O veículo deslizou na pista até capotar e cair em uma valeta.

Investigação

Esta foi a segunda vistoria no veículo realizada pelos peritos. A primeira aconteceu no último sábado. Na ocasião, os técnicos removeram o tacógrafo, equipamento que permite avaliar a velocidade do fretado desde Mogi das Cruzes até o local do acidente.

Técnicos recolheram ainda amostras do sangue do motorista Antônio Carlos da Silva para a realização de exame toxicológico. Ele morreu no acidente.

O resultado final da perícia é considerado fundamental para a conclusão do caso. Ainda esta semana, o delegado titular de Bertioga, Maurício Batista Júnior, pretende escutar sobreviventes do acidente. Ele acredita que os testemunhos ajudarão a montar o quebra-cabeças.

Na sexta-feira, Batista Júnior ouviu a estudante Aline Jesus dos Santos e o motorista do carro que foi atingido pelo ônibus na estrada, Cezar Donizetti Vieira, que compareceram espontaneamente na Delegacia de Bertioga.

Na ocasião, ela confirmou que o abaixo assinado sem assinaturas encontrado em uma mochila era para pedir a saída do motorista. Já Vieira contou como o ônibus raspou em seu carro e depois tombou na pista.

Feridos

Três estudantes feridos no acidente permanecem internados na Baixada Santista. A previsão é de que Leandro Amorim Silva receba alta da Santa Casa de Misericórdia de Santos ainda nesta quarta. Já Felipe Ferreira da Silva permanece internado na UTI do complexo de saúde. Já no Hospital Santo Amaro, em Guarujá, Erick Augusto Carvalho Pedralli continua na unidade de terapia intensiva.