28°
Máx
17°
Min

Furacão Matthew mantém força e segue para o Haiti, Jamaica e Bahamas

O furacão Matthew manteve sua força nesta segunda-feira no Mar do Caribe se movendo lentamente para o norte, ameaçando o Haiti, Jamaica e Cuba com ventos e chuvas fortes, além de inundações que poderiam causar deslizamentos de terra.

O centro do furacão de categoria 4 foi localizado a 362 quilômetros ao sudoeste da capital do Haiti, Porto Príncipe, disse o Centro Nacional de Furacões em Miami. Os ventos máximos eram sustentados a 225 quilômetros por hora.

A tempestade deve chegar ao sudoeste Haiti na noite desta segunda-feira e se mover para Cuba na terça-feira e se aproximar de Bahamas na madrugada de quarta-feira.

"Para o Haiti e Cuba, o furacão tem potencial para ser uma tempestade muito devastadora", disse Mark Bove, meteorologista de pesquisas da Munich Reinsurance America.

O governo haitiano emitiu um alerta vermelho, avisando sobre os ventos e chuvas fortes. Cerca de 18 mil voluntários estão prontos para ajudar. A falta de água potável e abrigo adequado são as principais preocupações do grupo. Deslizamentos de terra são uma ameaça especial para as pessoas que vivem precariamente em encostas de áreas montanhosas. Ainda existem cerca de 60 mil pessoas que vivem em abrigos temporários seis anos após o grande terremoto que atingiu o país.

O governo cubano também emitiu um aviso de tempestade para as províncias orientais, que já podem sentir os efeitos da tempestade nesta segunda-feira. O presidente de Cuba, Raul Castro, visitou a província mais oriental de Guantánamo no domingo para revisar os preparativos.

Já os jamaicanos começaram a estocar comida e a preparar suas casas para a tempestade e cerca de 1.845 pessoas já se mudaram para abrigos temporários, de acordo com a imprensa local. Fonte: Dow Jones Newswires.