22°
Máx
17°
Min

Goleiro Bruno se casa com dentista em centro de ressocialização

O ex-goleiro Bruno Fernandes de Souza se casou em cerimônia realizada em centro da Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac) de Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte, onde cumpre pena de 22 anos de prisão pelo assassinato de sua ex-namorada Eliza Samúdio, cujo corpo nunca foi encontrado. Bruno está preso desde 2010, ano em que aconteceu o crime.

O ex-atleta do Flamengo se casou no sábado, 18, com a dentista Ingrid Calheiros. A cerimônia foi celebrada por uma pastora da Igreja Quadrangular, dentro da Apac, segundo o advogado do ex-goleiro rubro-negro, Lúcio Adolfo. Em seguida foi oferecido almoço para cerca de 100 convidados. A comida foi preparada por internos da Apac.

Bruno está na centro desde 2013, ano em que foi transferido da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, também na região metropolitana de Belo Horizonte.

Bruno foi condenado em março de 2013 a 22 anos e três meses de reclusão pela morte e ocultação de cadáver de Eliza e cárcere privado de seu filho, que hoje vive com a avó materna. O crime contou com a participação de amigos do ex-goleiro, também condenados. Um dos cúmplices, Luiz Henrique Romão, o Macarrão, teve liberação para o regime semiaberto estabelecida pela Justiça em 31 de maio.

Segundo Bruno, Macarrão lhe disse ter contratado o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, para matar Eliza. O ex-policial também cumpre pena de 22 anos de cadeia.