28°
Máx
17°
Min

Governo "maquia" posto de saúde para receber ministro


Em visita a Belo Horizonte (MG), como parte da campanha nacional de combate ao zika vírus, o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, foi recebido em um posto de saúde bem cuidado e com boas condições físicas. Parte dessa aparência, segundo relatos de moradores da região, foi alcançada após uma "maquiagem" feita no edifício antes da chegada das autoridades.

Além de Barbosa, participaram do ato o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, e o secretário de Governo de Minas Gerais, Odair Cunha. A dona de casa Sandra Piedade, que mora ao lado do Centro de Saúde São José Operário, na região leste da capital mineira, reparou em alguns procedimentos feitos no local. "Só porque eles vêm aqui, trocaram a luz, pintaram o posto, estão fazendo aquela maquiagem", disse. O muro do edifício, antes pichado, agora está coberto com uma tinta verde nova.

Minutos antes de Barbosa chegar, quatro operários da prefeitura de Belo Horizonte ainda trabalhavam para retirar o capim que crescia entre as placas de concreto da calçada em frente ao posto de saúde. Segundo o presidente do conselho local de saúde, Gilberto Moitinho, que faz o contato entre a comunidade e o poder público, esse tipo de manutenção não é frequente. "Pedimos sempre, mas nunca conseguimos", afirmou.

A assessoria de imprensa da prefeitura de Belo Horizonte informou que os procedimentos de manutenção do prédio são rotineiros.

Enquanto as autoridades chegavam ao local, moradores brincavam que iriam pedir para o ministro da Fazenda liberar mais dinheiro para a Saúde, mas não chegaram a abordar Barbosa. Em entrevista, o ministro disse que o combate ao mosquito aedes aegypti é uma prioridade nacional. "Vamos preservar os recursos necessários para combater essas doenças", ressaltou.

Somente no bairro onde esteve o ministro, foram registradas 183 notificações de dengue neste ano, já com a confirmação de 27 casos. Em Belo Horizonte, entre 11,8 mil notificações, quase 2,4 mil pessoas foram confirmadas com dengue neste ano.