23°
Máx
12°
Min

Grávida de oito meses desaparece em São Paulo

(Foto: Arquivo pessoal) - Grávida de oito meses desaparece em São Paulo
(Foto: Arquivo pessoal)

A servidora pública Kelly Cristina Arruda Martins, de 37 anos, está sendo procurada por familiares e pela polícia após ter saído de casa na sexta-feira, 30, para encontrar uma amiga e não ter sido mais vista desde então. A mulher, que está grávida de oito meses e com parto marcado para a próxima semana, pegou um carro do Uber na Vila Formosa, na zona leste, e iria até uma estação do Metrô, para se deslocar posteriormente até a Vila Madalena, mas a família não teve mais notícias dela.

Um boletim de ocorrência foi registrado no sábado, 1, no 41.º Distrito Policial (Vila Rica), que conduz investigações sobre o caso. A Secretaria da Segurança Pública disse que detalhes dos procedimentos não podem ser fornecidos para não prejudicar o trabalho. Nesta terça-feira, 4, familiares voltaram ao DP para acompanhar desdobramentos da apuração.

Segundo amigos relataram à reportagem, Kelly pediu o Uber para ir de casa à Estação Penha. De lá, iria à Vila Madalena, onde às 18h participaria de uma pesquisa de marketing. A família informou nesta terça que o motorista do Uber que a levou ao metrô disse tê-la deixado na Estação Tatuapé, a cerca de quatro quilômetros da Penha, também na zona leste. A reportagem não conseguiu contato com o Uber para posicionamento sobre o caso.

Mãe de Kelly, Sandra Regina Bueno de Arruda, de 57 anos, demonstrou preocupação com o desaparecimento. "Isso nunca aconteceu, é a primeira vez e está todo mundo assustado", disse. Segundo ela, o parto da filha está marcado para a próxima quarta-feira, 12. Sandra ainda disse ter recebido da polícia a informação de que as buscas estarão focadas nas imediações do Metrô.