27°
Máx
13°
Min

Incêndio em fábrica da CSN deixou um ferido em estado grave, diz sindicato

O incêndio iniciado na noite desta sexta-feira, 25, na fábrica da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) em Volta Redonda, no sul fluminense, deixou quatro trabalhadores feridos, sendo um em estado grave, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense. Segundo a CSN, os feridos estão sendo atendidos na Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital Vita, em Volta Redonda.

A empresa informou que os trabalhadores feridos são Wanderley dos Santos, mecânico, de 38 anos; Aluenio Alves, mecânico, de 31; Denis da Silva, operador, de 37; e Renan Martins, operador, de 29. Segundo o sindicato, Santos teve em torno de 70% do corpo queimado. Os outros três feridos tiveram de 20% a 30% dos seus corpos queimados.

No fim da manhã, o sindicato informara que Santos seria transferido para o Hospital Federal do Andaraí, que fica na zona norte do Rio e é referência no tratamento de queimaduras, mas, à tarde, foi confirmado que os quatro feridos serão transferidos para o Hospital Egas Moniz, também na capital. A transferência seria feita em ambulâncias ainda neste sábado, segundo o sindicato.

Em nota, o sindicato lamentou o acidente e informou que o diretor Carlos Santana está acompanhando de perto a apuração do caso. De acordo com a CSN, as causas do acidente estão sendo apuradas. "A companhia está acompanhando os atendimentos prestados pelo hospital e aguarda boletim médico sobre o quadro clínico dos colaboradores", diz a nota da CSN.