22°
Máx
17°
Min

Incêndio se alastra no Canadá, mas clima deve ajudar combate ao fogo

Um grande incêndio que atinge Alberta, província canadense onde há produção de petróleo em areias betuminosas, se alastrou para a província vizinha de Saskatchewan. De acordo com autoridades, porém, temperaturas mais baixas e a previsão de chuva para os próximos dias devem ajudar a mitigar a disseminação do fogo.

As notícias sobre o incêndio vieram um dia após autoridades dizerem que mais de 80 mil moradores que foram forçados a sair de Fort McMurray e de regiões próximas, há duas semanas, poderiam retornar a partir de 1º de junho, caso as condições fossem avaliadas como seguras.

Uma autoridade da província de Alberta, Chad Morrison disse que o incêndio cresceu e já atingiu 5 mil quilômetros quadrados. O fogo já atingiu quase oito quilômetros quadrados de Saskatchewan. Além disso, ele está a 30 quilômetros de La Loche, a comunidade mais próxima da província de Saskatchewan.

Desde que o fogo começou, em 1º de maio, ele tem se disseminado rapidamente. A área mais atingida é Fort McMurray, mas 90% dessa cidade segue intacta, incluindo o hospital, o sistema de tratamento de água e o aeroporto.

O efeito sobre a produção de petróleo, porém, levou economistas a reduzir suas projeções de crescimento neste ano para o Canadá. A emergência levou ao fechamento de locais de produção da commodity na região. A reserva de petróleo em areias betuminosas de Alberta é a terceira maior do mundo, atrás da Arábia Saudita e da Venezuela. Muitos trabalhadores do setor vivem em Fort McMurray. Fonte: Associated Press.