22°
Máx
16°
Min

Ivete Sangalo convida casal gay agredido para assistir show com tratamento vip

No último sábado, 11, a cantora Ivete Sangalo fez um show no Centro de Tradições Nordestinas (CTN), em São Paulo. Um casal homossexual alegou ter sido agredido por seguranças do local na ocasião e a cantora não ficou calada sobre o ocorrido.

Durante o programa Superpop, da RedeTV, na última quarta-feira, 15, Ivete fez uma ligação ao vivo e lamentou o ocorrido. "O público gay me ensina a amar cada vez mais. Admiro a coragem desses meninos, de estarem aí reivindicando os direitos deles", disse a cantora.

O ponto alto da conversa foi quando Ivete convidou o casal para curtir um show dela do palco. "Eles vão curtir comigo e protegidos por mim, que vou estar na frente. Eu mesma vou proteger vocês." A atitude da cantora de axé repercutiu amplamente nas redes sociais, e fãs não pouparam elogios à ela.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Caio conta que, quando ele e o namorado estavam de saída do show, foram abordados por um segurança que o acusava de ter roubado sua jaqueta. "Eu tenho provas de que a jaqueta sempre foi minha, até porque ela foi comprada nos Estados Unidos, e que houve um engano. Mas os seguranças já chegaram me agredindo. Fui jogado no chão e levei muitos chutes, bicudas e socos", relatou.

A acusação foi levada aos cuidados da Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), que abriu investigação para apurar crimes de lesão corporal, injúria e agressão.