23°
Máx
12°
Min

Juiz determina que secretário participe de reintegração de posse em escola

O juiz Luis Manuel Fonseca Pires determinou, no fim da tarde desta quarta-feira, 4, a reintegração de posse do prédio do Centro Paula Souza, depois de não haver conciliação entre os estudantes e o governo Geraldo Alckmin (PSDB).

A reintegração pode ocorrer nesta quinta-feira, 5, a partir das 10h, mas o juiz determinou que só ocorra com a presença do secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes, e sem o uso de armas letais e não letais pela Polícia Militar.

Segundo a revisão, os estudantes têm até as 7 horas para deliberarem se saem voluntariamente. A saída voluntária deve acontecer até as 9h.

Caso a polícia cumpra a ordem de reintegração de posse, o juiz determinou que cinco pontos devem ser cumpridos: a presença de um oficial de justiça, um representante do Conselho Tutelar, uma cópia da decisão de reintegração da 14ª vara, a vedação do uso de arma letal e não letal e a presença do secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes, no local.