28°
Máx
17°
Min

Juiz transfere 15 presos de Gericinó vinculados ao CV, após fuga de Fat Family

O juiz Eduardo Oberg, da Vara de Execuções Penais (VEP), determinou, nesta terça-feira, 21, que 15 presos sejam transferidos do Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, zona oeste, para presídios federais fora do Estado do Rio de Janeiro.

Os transferidos são vinculados à facção criminosa Comando Vermelho (CV), da qual faz parte a quadrilha de ao menos 25 bandidos que resgatou o traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family, na madrugada de domingo, 19, no Hospital Municipal Souza Aguiar, referência para atendimentos de emergências durante os Jogos Olímpicos no centro carioca.

De acordo com o juiz, as gravações de áudio com comemorações pelo resgate de Fat Family, recebidas na cadeia por Edson Pereira Firmino de Jesus, o Zaca, tio de Fat Family, "evidenciam a necessidade de desarticulação imediata da quadrilha e seu constante monitoramento de modo rigoroso".

O Tribunal de Justiça informou que, diante da informação de uma suposta festa que teria acontecido nas galerias da prisão depois da fuga de Fat Family, o juiz determinou a abertura de dez inquéritos pela Delegacia de Homicídio (DH) e pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD). As investigações têm o objetivo de apurar as denúncias de entrada de lanches na prisão, na ocasião, além de celulares, roteador de 8kg (que possibilitava comunicação via wi-fi livre na região) e munição, encontrados em vistoria nos últimos dias.

"Diante da omissão da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária, determino que cada um dos fatos narrados seja investigado. Os casos da munição e dos lanches, por exemplo, vão ser investigados pela 34ª DP, que é a delegacia responsável por aquela área", disse o magistrado.

Os presos, além de Zaca, são Marcio Gomes Medeiros Roque (Marcinho do Turano), Marcelo Fonseca de Souza (Xará), Sandro Batista Rodrigues (Naiba), Aleksandro Rocha da Silva (Sam da Caico), Paulo César Souza dos Santos (Paulo Muleta), Isaías da Costa Rodrigues (Isaías do Borel), Leonardo Carlos da Silva (Leo da Kelson), Davi da Conceição Carvalho (Davi do Chapadão), Marcelo da Silva Guilherme (Marcelinho do Prazeres), Wilson Ferreira Cardozo (Bacalhau), Eliezer Miranda Joaquim (Criam), Arnaldo da Silva Dias (Naldo), Carlos Eduardo Rocha Freire Barboza (Kadu Playboy) e Francisco Eduardo Freire Barboza (Chico da Ecatur).

A Secretaria de Segurança do Estado não divulgou quando haverá as transferências. Até agora os 15 criminosos continuam em Bangu, segundo a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária.