23°
Máx
12°
Min

Mesmo sem registrar chuva, nível do Cantareira sobe mais uma vez

(Foto: Cesar Brustolin/SMCS ) - Mesmo sem registrar chuva, nível do Cantareira sobe mais uma vez
(Foto: Cesar Brustolin/SMCS )

Nas últimas 24 horas, apesar de não ter chovido nos principais mananciais que abastecem a Grande São Paulo, o índice de armazenamento do Sistema Cantareira subiu, de acordo com relatório divulgado pela Companhia de Saneamento Básico de São Paulo (Sabesp), nesta segunda-feira, 21. Outros quatro mananciais tiveram queda.

Os reservatórios do Cantareira subiram 0,2 ponto porcentual, passando de 63,3% para 63,5%, registrando sua 35ª alta consecutiva. O índice considera o volume morto como volume útil do sistema.

Sem considerar o volume morto, o Cantareira também melhorou, com aumento de 0,2 ponto porcentual. O manancial passou de 34% para 34,2%. O terceiro índice também aponta aumento de 0,2 ponto porcentual, registrando 49,1% da capacidade.

Houve queda nos outros dois principais sistemas que abastecem a região metropolitana, o Guarapiranga e o Alto Tietê. Os reservatórios do Guarapiranga tiveram subtração de 0,3 ponto porcentual. O sistema opera com 87,2%, ante 87,5% do dia anterior. Com queda de 0,1 ponto porcentual, o índice do Alto Tietê passou de 43,3% para 43,2%.

O nível de armazenamento dos reservatórios do Alto Cotia também caiu, registrando 0,2 ponto porcentual a menos. O sistema opera com 100,7% nesta segunda, ante 100,9% do dia anterior. A queda no Rio Grande também foi de 0,2 ponto porcentual, e o manancial chegou a 96,3%.

Tal como o Cantareira, o nível do Rio Claro também subiu, mesmo sem ter chovido. Com o aumento de 0,1 ponto porcentual, o sistema opera com 100,4%.