23°
Máx
12°
Min

MPF denuncia casal por compartilhar arquivos de pornografia infantil em Sorocaba

O Ministério Público Federal (MPF) em Sorocaba, interior de São Paulo, denunciou um casal por armazenar e compartilhar milhares de arquivos com cenas de sexo envolvendo crianças e adolescentes. Os crimes de distribuir arquivos de pornografia infantil foram praticados entre maio de 2014 e março deste ano, segundo nota divulgada nesta quinta-feira, 12, pelo órgão.

Em cumprimento a mandado de busca expedido pela Justiça Federal, no dia 31 de maio, os agentes encontraram na residência do casal um computador com dois discos rígidos onde estavam armazenados cerca de 600 mil arquivos com vídeos e imagens de pornografia infantil. O homem foi preso em flagrante. A mulher foi detida após a comprovação de cumplicidade com o crime.

O material era compartilhado pela internet por meio de um sistema de redes que pode ser configurado em casa, sem a necessidade de um provedor central. Os agentes utilizaram softwares desse tipo para identificar o IP utilizado pelo casal. O ponto físico onde era estabelecida a conexão foi localizado no Jardim Santa Marina, zona norte da cidade.

Os nomes dos envolvidos não foram divulgados porque o processo corre em segredo de Justiça. Os crimes de compartilhar e armazenar pornografia infantil estão previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente com previsão de pena de prisão de até 10 anos, além de multa.