23°
Máx
12°
Min

Mulher confessa ter matado o filho e enterrado no quintal

Uma mulher de 52 anos confessou na noite desta terça-feira, 12, ter matado o filho de 24 anos e enterrado no quintal de sua casa em Terra Roxa (SP), na região de Ribeirão Preto. O crime foi cometido em 2012 e a suspeita diz que não conseguia mais conviver com aquilo, apesar de não estar arrependida.

A envolvida, a lavradora Susi Vieira, alegou que sofria violência sexual do rapaz e que três meses após o crime ainda desenterrou os ossos e colocou fogo. Policiais civis vasculharam o quintal e encontraram fragmentos de ossos e outros materiais suspeitos no local indicado.

Ninguém teria notado o sumiço do rapaz, segundo a mãe, porque sempre que perguntavam ela dizia que ele estava viajando. A lavradora contou tê-lo matado com uma facada no pescoço e que após isso enrolou o corpo em um cobertor, cujos pedaços foram achados junto aos restos de ossos.

Apuração

Pedaços de tecidos que seriam das roupas usadas pelo rapaz e até dentes também foram localizados. O material foi enviado para exames no Instituto Médico Legal. Segundo o delegado Emerson Abade, o jovem tinha passagens pela polícia e seria usuário de drogas.

A mulher foi liberada porque não houve flagrante e a polícia aguarda resultado das análises para seguir na investigação. "O exame de DNA poderá confirmar se os fragmentos de ossos achados no quintal são mesmo do jovem desaparecido", explicou o delegado.