22°
Máx
17°
Min

Nível do Cantareira segue estável, enquanto do Alto Tietê e Guarapiranga recuam

(Foto: Divulgação) - Nível do Cantareira segue estável, enquanto do Alto Tietê e Guarapiranga recuam
(Foto: Divulgação)

O nível do Sistema Cantareira, considerado o principal manancial de abastecimento de água de São Paulo, permaneceu estável neste domingo (10) em 36,8%, de acordo com boletim diário divulgado pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). O indicador, que não leva em consideração o volume morto, não apresenta oscilação desde o dia 7, após uma sequência de 52 altas.

Já o cálculo que acrescenta a reserva técnica ao total armazenado pelos mananciais aponta o volume armazenado em 51,1% da capacidade, mesma leitura verificada neste sábado (9). O terceiro indicador de nível do Cantareira também não apresentou oscilação, permanecendo em 66,1%.

Apesar da estabilidade, a Sabesp não registra acúmulo de chuva na região do Cantareira há seis dias - nos dez primeiros dias de abril, os reservatórios do sistema receberam apenas 0,9 milímetro (mm) de pluviometria - a média histórica mensal para o manancial é de 88,7 mm de precipitação.

Já o nível do sistema Guarapiranga, manancial que foi usado para socorrer o Cantareira durante a crise, recuou pelo décimo segundo dia consecutivo, passando de 85% no sábado para 84,7% no domingo. No Alto Tietê, o nível dos reservatórios caiu pelo nono dia seguido, para 42,2%, ante 42,3%, na mesma base de comparação. Esse índice já considera o volume morto, acrescentado ao cálculo em 2014.

Outros reservatórios

A Sabesp não registrou oscilação nos níveis dos sistemas Alto Cotia e Rio Claro em relação ao dia anterior, permanecendo em 100% e 101,7%, respectivamente. No sistema Rio Grande, foi verificada queda de 0,4 ponto porcentual, passando de 94,2% ontem para 93,8% hoje.