27°
Máx
13°
Min

Noroeste paulista tem mais duas mortes pela gripe H1N1

Mais duas mortes pela gripe H1N1 foram confirmadas nesta quarta-feira, 27, na região noroeste do Estado de São Paulo, elevando para 34 o número de óbitos causados pela doença na região este ano.

Uma das vítimas, uma idosa de 82 anos, moradora de Itajobi, estava internada no hospital Padre Albino, em Catanduva. Ela morreu na terça-feira, depois de apresentar complicações em decorrência da infecção pelo vírus.

A outra morte, registrada no mesmo hospital, é de um homem de 36 anos, morador de Novo Horizonte. Ele não fazia parte de grupos de risco para o H1N1. As duas cidades ainda não tinham mortes confirmadas pela doença.

Agora já são 17 municípios da região com óbitos causados pela gripe, tendo à frente São José do Rio Preto, com oito mortes, e Mirassol, com cinco. O elevado número de óbitos levou a Secretaria Estadual de Saúde a antecipar a campanha de vacinação contra a gripe em 67 cidades da região. Desde o dia 23 de março, pessoas dos grupos de risco estão recebendo a vacina.