22°
Máx
16°
Min

Nos EUA, Texas tem primeira morte relacionada ao vírus da zika

Autoridades do setor de saúde do Texas registraram a primeira morte relacionada ao vírus da zika na manhã desta terça-feira, após uma criança que morreu recentemente no condado de Harris ter sido diagnosticada com microcefalia, um defeito congênito que é um dos principais sintomas da doença. Segundo funcionários do serviço de saúde estadual, a mãe do bebê contraiu a doença enquanto viajava grávida pela América Latina, o que fez a criança adoecer.

Testes confirmaram que o quadro do bebê estava relacionado à zika, disseram funcionários do setor de saúde. Até agora, o Estado norte-americano do Texas registrou pelo menos 97 casos de doença relacionada ao vírus da zika, entre eles de duas crianças com microcefalia no condado de Harris, uma populosa área que abrange Houston. Todos os casos do Texas envolveram viagens para regiões do exterior que concentram a doença e nenhuma foi transmitida por mosquitos dentro do Estado.

Autoridades têm estado em alerta para a zika no Texas, já que o clima quente e úmido desse Estado dos EUA dá condições adequadas para o mosquito transmissor da doença, o Aedes aegypti. Na semana passada, o Texas anunciou que fornecerá repelente de mosquitos para grávidas e para mulheres e crianças em geral com entre 10 e 45 anos.

Na semana passada, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças informou que houve "cerca de" 1.825 casos de zika nos Estados Unidos, quase todos relacionados a infecções contraídas fora do país. Fonte: Dow Jones Newswires.