20°
Máx
14°
Min

Número de casos suspeitos de microcefalia no País sobe para 5.280

O número de casos de notificados de microcefalia no Brasil chegou a 5.280, de acordo com boletim divulgado nesta quarta-feira, 17, pelo Ministério da Saúde. Do total, 2.106 foram identificados nos primeiros dois meses do ano. Em menos de uma semana, o aumento de registro foi de 201 casos.

Do total de notificações registradas desde o ano passado, 837 já foram descartadas, em razão de crianças apresentarem exames normais ou porque a má-formação era provocada por causas distintas de doenças infecciosas (como problemas genéticos, por exemplo).

Há confirmação de casos de microcefalia em todos as regiões do País. Os casos aconteceram em 13 unidades da federação, espalhados em 203 municípios. O número é superior também do que havia sido identificado na semana passada, quando 175 cidades haviam confirmado nascimentos de bebês com a má-formação.

O boletim divulgado na manhã desta quarta-feira registra ainda um aumento significativo do número de mortes, em relação ao documento divulgado na sexta-feira passada, 12. Até agora, foram contabilizados 108 óbitos relacionados à doença logo depois do parto ou ainda durante a gestação. Na semana passada, eram 91 óbitos. Do total reunido até agora, 27 foram confirmados para microcefalia ou doenças relacionadas ao sistema nervoso central.

O Estado com maior número de casos de microcefalia continua sendo Pernambuco, com 1.544. Desse total, 159 já foram descartados, 1.203 estão em investigação. Em seguida vem a Paraíba, com 766 casos notificados, dos quais 423 estão em investigação e 287 foram descartados. Em São Paulo, foram contabilizados até o momento 500 casos registrados. Deste total, 420 permanecem em investigação e 75 foram descartados.