24°
Máx
17°
Min

Número de mortos por terremoto na Itália é revisado para 241

O número de mortos no terremoto de magnitude 6,2 ocorrido no centro da Itália foi revisado para 241 nesta quinta-feira. As buscas continuam em meio aos escombros, mas a esperança de encontrar pessoas ainda vivas é cada vez menor.

A diretora do serviço de emergências da Agência de Proteção Civil Italiana, Immacolata Postiglione, disse a repórteres que há 264 pessoas hospitalizadas, após se ferirem no terremoto. Mais cedo, Postiglione citou que havia 247 mortos por causa do terremoto, mas depois revisou o número para baixo, citando ajustes na lista de vítimas na área de Arquata, bastante atingida. Houve dezenas de tremores secundários durante a madrugada, dois deles com magnitude superior a 5,0. As equipes de emergência ainda buscam regiões montanhosas remotas em busca de sobreviventes e avaliam os estragos.

O tremor, sentido em boa parte do centro da Itália, incluindo Roma e Florença, acabou com as pequenas cidades de Amatrice e Accumoli e causou danos em várias outras. O epicentro foi em Norcia, cidade localizada 170 quilômetros a nordeste de Roma.

Graduadas autoridades devem se reunir nesta quinta-feira na capital italiana para aprovar os primeiros fundos para ajudar as cidades em dificuldade. Os críticos, por outro lado, acusaram autoridades locais e nacionais de não investir em prédios resistentes a terremotos.

Todos os moradores em Amatrice e Accumoli foram retirados da área no fim da quarta-feira. Mesmo as casas que resistiram foram esvaziadas e os moradores não podem retornar porque a área não é considerada segura. Fonte: Dow Jones Newswires.