22°
Máx
16°
Min

Pane em recarga faz app ter média de 1,3 mil downloads por dia

A pane no sistema de recarga de Bilhete Único e a falta de troco das bilheterias abriu oportunidade para que alguns passageiros começassem a colocar créditos nos seus cartões por aplicativos de celular. A Zuum foi uma das plataformas que conseguiu ser credenciada pela SPTrans para prestar o serviço e desde o dia 15 de fevereiro, quando o aplicativo começou a divulgar a atividade, a média de downloads por dia é 1,3 mil tanto nas plataformas IOS quanto Android dos smartphones.

O diretor de produtos e marketing da empresa que é uma joint venture entre Vivo e Mastercard, Eduardo Abreu, lamentou os problemas que os usuários têm enfrentado nas últimas semanas, mas afirmou que "é tendência a recarga ser feita de forma remota" entre os passageiros de ônibus e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

O aplicativo fez 20 mil recargas totalizando R$ 110 mil em créditos de tarifa no Bilhete Único. Para ele o número não é pequeno. "Tivemos uma amostra de que os passageiros querem fazer a recarga da forma mais fácil possível, de casa ou no trajeto até a estação", afirmou.

Primeiro, o passageiro deve baixar o aplicativo e se cadastrar. Com a plataforma instalada e cadastrado, o usuário informa o valor da recarga e se dirige a uma banca de jornal ou outro tipo de comércio que aceite o pagamento das tarifas. Em seguida, basta bater o Bilhete Únicos nos validadores espalhados por estações e terminais de ônibus.

A Prefeitura explicou que "já há outras empresas homologadas, em fase de assinatura de documentação ou desenvolvimento para atuar no segmento de vendas de crédito". Uma das promessas do secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto, é que os passageiros dos ônibus possam validar as recargas dentro dos coletivos ao encostar os cartões nas catracas dos veículos.