27°
Máx
13°
Min

Papa diz que rezou em Auschwitz por todas as vítimas da guerra e da violência

O papa Francisco afirmou que, durante sua visita aos campos de concentração de Auschwitz e Birkenau, na Polônia, refletiu sobre as crueldades de hoje, "neste mundo doente com crueldade, violência e sofrimento".

Ao comentar sua visita à Polônia na semana passada, o pontífice disse aos fiéis no Vaticano nesta quarta-feira que, enquanto observava os campos, pensou que, ainda que as crueldades de hoje não sejam tão concentradas que aquelas praticadas nos locais controlados pelos nazistas, elas são similares no sentido do sofrimento.

Francisco contou como "naquele grande silêncio, eu rezei por todas as vítimas da violência e da guerra". A visita ao museu e ao memorial, disse ele, ajudou-o a entender "mais que nunca o valor da memória". Esse valor, segundo o papa, consiste não somente em relembrar eventos passados, mas em lançar advertências e mostrar a responsabilidade sobre e atualidade e o futuro. Fonte: Associated Press.