24°
Máx
17°
Min

Parte do Viaduto Santo Amaro será reaberta para ônibus

O Viaduto Santo Amaro não será demolido, como inicialmente previsto. Já na madrugada desta quinta-feira, 25, às 5 horas, um dos "tabuleiros" da estrutura, o que tem sentido bairro-centro, será reaberto somente para ônibus - cada uma das pistas fará um itinerário.

Segundo o prefeito Fernando Haddad, o movimento de coletivos no Viaduto será monitorados por 15 dias para se ter certeza de que será possível abrir a outros veículos. A reabertura total, no entanto, não tem previsão.

A Prefeitura se baseou em três laudos para permitir o trânsito sobre o viaduto, dois feitos por duas empresas diferentes e o último feito pelo professor da Universidade de São Paulo Pedro Afonso de Oliveira Almeida, engenheiro civil e especialista em resistência de materiais.

De acordo com a administração pública, os laudos das empresas já indicavam que o viaduto não precisaria ser demolido, mas o professor foi contratado para "tirar a prova", e concluiu que a estrutura é segura para o trânsito. A decisão de reabri-lo gradualmente é por precaução.

Acidente

A estrutura ficou comprometida após um acidente envolvendo dois caminhões seguido de uma explosão, na manhã de sábado, 13. Segundo informações dos agentes que atenderam o caso, o motorista de um dos caminhões, que carregava açúcar, estava na Avenida dos Bandeirantes e não parou quando o semáforo fechou no acesso à Santo Amaro.

Ele disse que foi fechado por um carro de passeio. O motorista do caminhão-tanque acelerou logo que o sinal abriu e não percebeu que o outro caminhão não conseguiria parar. Logo em seguida, houve a explosão.

O Corpo de Bombeiros foi chamado e conseguiu controlar o incêndio. Os motoristas tiveram ferimentos leves.