26°
Máx
19°
Min

Partes achadas em Moçambique serão analisadas por possível ligação com voo MH370

O ministro dos Transportes da Malásia, Liow Tiong Lai, disse nesta segunda-feira que duas partes planas encontradas em Moçambique serão enviadas para a Austrália para verificar se eles pertencem ao voo 370 da Malaysia Airlines, que desapareceu em março de 2014 com 239 pessoas a bordo durante um percurso de Kuala Lumpur, da Malásia, para Pequim, na China.

Tiong Lai disse que uma parte encontrada recentemente por um norte-americano em Moçambique está agora sob custódia da Malásia. Ele disse que uma equipe da Malásia deve retornar esta semana à África do Sul, uma vez que outra parte foi encontrada por uma família em Moçambique. A família levou a peça com eles quando eles voltaram para casa na África do Sul.

Tiong Lai disse que ambas as peças serão enviadas para a Austrália para serem examinadas por uma equipa de investigação internacional.

"Queremos ser transparentes e responsáveis em nossa investigação, tanto quanto possível e é por isso que nós queremos enviar as partes para verificação na Austrália", disse Tiong Lai.

"Neste momento, não temos confirmado se qualquer um dos detritos recuperados vieram do MH370", disse ele, pedindo para que o público evite a especulação.

A pesquisa está prevista para terminar em junho. Uma parte da asa encontrada na ilha de Reunion em julho passado é a única parte até agora confirmada do voo 370. Fonte: Associated Press.