21°
Máx
17°
Min

PF deflagra Operação Feng Shui contra crimes ambientais na Baía de Guanabara

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, 7, a Operação Feng Shui que investiga crimes ambientais decorrentes da emissão de esgoto, sem o devido tratamento, nas águas da Baía de Guanabara e lagoas da região da Barra da Tijuca e de Jacarepaguá, no Rio. Segundo a PF, 56 policiais federais cumprem 8 mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro e nas cidades de Niterói, São Gonçalo e Belford Roxo.

A Federal informou que estão sendo colhidas amostras nas estações de tratamento.

O Inquérito Policial apura também o crime de estelionato. A PF suspeita que a empresa responsável pelo tratamento dos dejetos efetue a cobrança das taxas pelo serviço sem, entretanto, prestá-lo adequadamente.

A investigação foi iniciada há cerca de um ano. A PF aponta possíveis falhas no processamento do esgoto produzido no Rio de Janeiro e na Região Metropolitana.

Feng Shui é a filosofia chinesa que preconiza estar a prosperidade vinculada ao perfeito equilíbrio entre os elementos da natureza: água, terra, fogo e ar.

Rio 2016

A limpeza Baía de Guanabara para os Jogos Olímpicos do Rio tem recebido críticas. Em julho de 2015, uma análise da qualidade da água encomendada pela Associated Press encontrou níveis perigosamente altos de vírus e bactérias de esgoto humano em locais de competições olímpicas e paralímpicas. Esses resultados alarmaram especialistas internacionais e preocuparam os competidores que treinam no Rio, alguns dos quais já apresentaram febres, vômitos e diarreia.

Em meio às polêmicas com relação à limpeza da Baía de Guanabara, em março deste ano, a Federação Internacional de Vela garante que está "satisfeita" a evolução das ações dos governos municipal e estadual para melhorar as condições da água. Em nota oficial, a antiga ISAF - atual World Sailing - inclusive elogia os esforços dos brasileiros.