27°
Máx
13°
Min

Polícia Civil prende 11 suspeitos de tráfico na região central de SP

Policiais do 1.º DP (Sé) realizaram uma operação na região da Baixada do Glicério, na região central, e prenderam 11 suspeitos de participar do tráfico de drogas no local. Entre os detidos, está uma mulher que usava uma criança para levar crack na mochila para despistar os investigadores.

Segundo o delegado Amadeu Ricardo dos Santos, foram três meses de investigação nos quais foram identificados os envolvidos por receber, vender e guardar as drogas. Os pontos de venda ficavam nas Ruas São Paulo e dos Estudantes, que são próximas ao prédio do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), do próprio 1.º DP, faculdades e de restaurantes.

A Justiça deferiu 14 mandados de prisão temporária e 18 de busca e apreensão. Além dos presos, foram apreendidos quatro mil pedras de crack prontas para venda, maconha e pertences como relógios, pulseiras, que eram usados por usuários na troca pelo entorpecente. Um dos presos é Edirley Morais da Paz, apontado como o gerente da Baixada do Glicério. Três suspeitos estão foragidos.

"Alguns traficantes saíam para praticar assaltos na região após o final do seus turnos nos pontos de venda", disse o delegado. A polícia apurou que os vendedores trabalham em turnos de 12 horas e ganhavam folga no dia seguinte. Os traficantes também expulsaram famílias que viviam em cortiços e usavam os imóveis como locais para preparar e guardar as drogas.