22°
Máx
14°
Min

Prefeitura de Pereira Barreto confirma morte de mulher pela gripe H1N1

A prefeitura de Pereira Barreto, na região noroeste do Estado de São Paulo, confirmou nesta segunda-feira, 4, a morte de uma mulher de 61 anos pelo vírus H1N1. A vítima estava internada no Hospital Regional de Ilha Solteira e o resultado dos exames apontou a infecção pelo vírus. A Secretaria de Saúde do município já realizou ações de bloqueio e para detectar possíveis novos casos. Os óbitos foram registrados em dez municípios da área. A Secretaria da Saúde do Estado antecipou a vacinação contra a gripe na região.

A Vigilância Epidemiológica de Adamantina, no oeste paulista, confirmou também nesta segunda-feira a morte de uma mulher de 57 anos pelo H1N1. A paciente estava internada num hospital de Presidente Prudente. O diagnóstico foi confirmado por exames laboratoriais. Na região, outros dois óbitos estão em investigação. As vítimas eram moradoras de Caiuá e Presidente Venceslau. Um morador de Lutécia, na mesma região, está internado na Santa Casa de Adamantina com sintomas da doença.

Criança

A Secretaria de Saúde de Pindamonhangaba, no Vale do Paraíba, investiga a morte de uma criança de três anos com suspeita de H1N1. O menino foi internado na sexta-feira, 1º, com sintomas da doença, mas foi medicado e liberado. No dia seguinte, voltou a ser internado já em estado grave e não resistiu. A criança estudava num centro de educação infantil do bairro Araretama, onde morava. Todas as crianças da unidade estão sob acompanhamento.