22°
Máx
16°
Min

Prefeitura de SP amplia prazo para máquina de cartão em táxis

A Prefeitura de São Paulo adiou por mais 30 dias o prazo para a obrigatoriedade de máquina de crédito e débito como opção de pagamento nos táxis da capital. A Secretaria Municipal dos Transportes (SMT) informou, por nota, que a prorrogação atendeu a um pedido da categoria.

A nova data para adequação à mudança é 4 de abril, segundo portaria publicada no Diário Oficial da Cidade nesta sexta-feira, 4. O texto diz que "o mercado não tem conseguido atender a alta demanda dos taxistas que buscaram instalação de equipamentos para disponibilizar meios de pagamentos eletrônicos aos passageiros no tempo estipulado".

Em dezembro, a gestão do prefeito Fernando Haddad (PT) já havia ampliado o prazo para março. A medida foi anunciada em novembro, em um pacote com outras exigências para taxistas.

O primeiro prazo para a adaptação era 19 de dezembro. Com a prorrogação, o período para adoção das máquinas de pagamento eletrônico se encerraria nesta sexta-feira, 4.

Na época, o Departamento de Transportes Públicos (DTP), da SMT, considerou que o "mercado não tem conseguido atender a alta demanda dos taxistas que buscaram instalação de equipamentos para disponibilizar meios de pagamentos eletrônicos aos passageiros no tempo (anterior) estipulado".

Nos últimos meses, o prefeito Fernando Haddad (PT) declarou que seriam adotadas medidas para modernizar o serviço de táxi na capital. Haddad criou uma comissão para avaliar inovações tecnológicas que poderiam ser incorporadas aos veículos.