26°
Máx
19°
Min

Região da Mantiqueira registra frio abaixo de zero nesta terça

O frio intenso que atingiu o sudoeste paulista nos últimos dias migrou para a região da Serra da Mantiqueira, no sudeste do Estado de São Paulo, nesta terça-feira, 14. Em Campos do Jordão, os termômetros marcaram -2ºC durante a madrugada, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Às 8 horas, a temperatura se mantinha em 0ºC, mas o vento causava sensação térmica de frio ainda mais intenso. Mesmo assim, a friagem não atingiu o nível de agosto de 2014, quando os termômetros marcaram -2,5ºC na cidade turística.

Temperaturas ainda mais baixas atingiram o lado mineiro da Mantiqueira, na madrugada desta terça-feira. O recorde foi registrado em Monte Verde, distrito turístico de Camanducaia, onde os termômetros registraram -3,1ºC. Em Santa Maria da Fé, o Inmet registrou -2,1ºC. Nas mineiras Monte Sião, Jacutinga e Poços de Caldas, as temperaturas foram iguais: 2ºC. Em Caldas, o frio chegou a -0,5ºC. Tanto em São Paulo como no sul de Minas Gerais as geadas cobriram campos e florestas.

Prejuízos

As geadas dos últimos dias deixaram um rastro de prejuízos nas regiões de produção agrícola do interior de São Paulo. Em São Miguel Arcanjo, até culturas protegidas por estufas tiveram perdas. Oito mil pés de pepino japonês, seis mil de abóbora italiana e dois mil pés de pimentão "queimaram" com a geada no conjunto de estufas de Geraldo Fogaça, na Estrada do Brejaúva - o prejuízo estimado é de R$ 80 mil.

Em Piedade, as geadas destruíram completamente áreas plantadas com alface, brócolis e couve-flor. A chegada desses legumes ao Ceasa de Sorocaba já havia caído na segunda-feira, 13, em razão do fenômeno. De acordo com o fiscal Caetano Simonatti Filho, o engradado com 36 peças subiu de R$ 20 para R$ 30, alta de 50%.

"Vai subir mais, assim como pimentão, abobrinha, tomate e outros legumes de folha", previu. Plantações de tomate de mesa foram fortemente atingidas em Ribeirão Branco e Apiaí.

Em Jundiaí, o bairro Caxambu registrou as geadas mais fortes em dez anos. Grandes áreas cultivadas com verduras foram atingidas e, nesta terça-feira, os produtores ainda contabilizavam os prejuízos. Em Itapetininga, áreas de pastagens da bacia leiteira foram fortemente afetadas pelas geadas e os produtores terão de suplementar a alimentação do gado. No Vale do Ribeira, bananais localizados em Iporanga e Sete Barras foram atingidos. As perdas ainda serão calculadas.