22°
Máx
17°
Min

Rodovias paulistas têm 26 mortes no feriado de Páscoa

As rodovias federais e estaduais de São Paulo registraram 26 mortes no feriado prolongado da Páscoa, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Secretaria de Estado de Segurança Pública. Ao todo, os dois órgãos registraram 566 acidentes com 368 pessoas feridas.

Nos 22 mil quilômetros de estradas sob responsabilidade do Estado, foram 21 mortos, uma vítima a mais do que no mesmo feriado de 2015. Somente em um dos acidentes, na noite do domingo, 27, sete pessoas perderam a vida. De acordo com a secretaria, um motorista tentou fazer uma ultrapassagem em local proibido, na cidade de Andradina, e colidiu de frente com um ônibus. Todos os ocupantes do veículo morreram.

Já nas rodovias federais, foram 47 acidentes com vítimas que resultaram em 56 feridos e cinco mortos. Em 2015, a PRF fechou o feriado prolongado com 61 feridos, duas pessoas mortas e outros 75 acidentes sem vítimas.

Multas

Nas rodovias federais, 30 motoristas foram reprovados no teste do bafômetro e seis deles acabaram presos em flagrante acusados de dirigirem bêbados. Já segundo a SSP, as rodovias estaduais tiveram 496 condutores multados pela infração e 19 detidos.

A PRF chamou a atenção para os flagrantes de excesso de velocidade. No quilômetro 512 da Régis Bittencourt, no município de Cajati, um automóvel foi flagrado a 128 km/h em um trecho onde a velocidade máxima permitida era de 60 km/h. De acordo com a polícia, o flagrante foi na Serra do Azeite, onde outros 2 mil motoristas também foram autuados por trafegarem acima da velocidade.