27°
Máx
13°
Min

São Roque (SP) decreta emergência dez dias após vendaval

Dez dias depois do vendaval que atingiu a cidade, a prefeitura de São Roque, interior de São Paulo, decretou situação de emergência nesta quinta-feira, 16. De acordo com o prefeito Daniel de Oliveira Costa (PMDB), o objetivo é obter ajuda do governo federal para reconstruir a parte afetada do município.

A tempestade, no último dia 6, comparada a um tornado, destruiu 150 casas e galpões, derrubou cerca de 30 mil árvores e pelo menos 500 postes, causando a morte de uma pessoa e deixando ainda dez feridos e 75 famílias desabrigadas. Meteorologistas estimaram a velocidade do vento em mais de 130 km/h.

Os estragos atingiram principalmente os bairros Vila Lino, Canguera, Jardim do Carmo, Sanvalley e Caetê. Na Estrada do Vinho, principal ponto turístico da cidade, 34 estabelecimentos, entre restaurantes, cantinas e vinícolas, foram atingidos. O vendaval atingiu também as cidades vizinhas. Em Vargem Grande Paulista, houve estragos nos bairros Portão Vermelho, Jardim Bela Vista e Jardim Floresta. Em Mairinque, no outro extremo, o bairro Sebandilha teve mais de 50 casas danificadas.

De acordo com o prefeito, o decreto municipal foi baixado após o governo estadual e o governo federal terem reconhecido a situação de emergência na cidade. Segundo ele, o município foi atingido em momento de queda na arrecadação e não tem condições de atender sozinho as demandas geradas pela catástrofe. Além do envio de recursos governamentais para restabelecer a infraestrutura urbana, a medida possibilita que os moradores afetados possam fazer uso de parte do Fundo de Garantia na reforma das casas.