23°
Máx
12°
Min

Secretário da Segurança garante reforço do policiamento no litoral de SP

Os trabalhos das polícias Civil e Militar será reforçado no litoral de São Paulo com aumento do efetivo e também com a ação de tropas e grupos especiais, garantiu nesta sexta-feira, 10, o secretário de Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, durante entrevista em Santos após presidir, pela primeira vez, uma reunião do Gabinete Metropolitano de Gestão Estratégica de Segurança Pública (Gamesp) da Baixada Santista.

"O Denarc (Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico) e o Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) passarão a auxiliar, de forma rotineira, a Polícia Civil. E o Comando de Policiamento de Choque, com todos os seus batalhões e comando especiais, inclusive a Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), também vai ajudar a Polícia Militar da Baixada Santista", confirmou o secretário.

Com esse anúncio, SSP e governo Alckmin pretendem dar uma resposta à população após as recentes ações criminosas na região, principalmente nas estradas, como a tentativa de assalto no último dia 26 de maio no km 59 da Rodovia dos Imigrantes, no trecho de Cubatão, que resultou na morte de um adolescente de 17 anos, atingido na cabeça por uma pedra de aproximadamente 20 quilos, atirada por um jovem de 19 anos, que está preso.

"Os comandos especiais vão começar a atuar imediatamente, para inibir esse tipo de conduta criminosa. O aumento do efetivo vai depender da formatura de 2,2 mil novos policiais militares, em novembro, que vão trabalhar na Operação Verão, mas eu já garanti aos prefeitos um aumento no efetivo da Polícia Militar em toda a Baixada Santista", disse Barbosa Filho.

Sobre a segurança nas rodovias, o secretário afirma que já participou de reuniões com a Ecovias, concessionária que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes, e também com a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo). Segundo ele, 16 câmeras serão instaladas nas estradas da região. "Nós pedimos uma melhoria na iluminação. Isso está além do que já foi anunciado pela concessionária, mas faz parte do pedido formal que fizemos à Artesp", disse.