23°
Máx
12°
Min

Sistema Cantareira se mantém estável e quatro reservatórios perdem água

(Foto: Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas) - Sistema Cantareira se mantém estável e quatro reservatórios perdem água
(Foto: Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas)

Com tempo seco e sem chuvas em abril, o Sistema Cantareira se manteve estável nesta segunda-feira, 18, com 66,1% da sua capacidade. Após quase seis meses sem registrar perda de água, o manancial responsável por abastecer 5,2 milhões de habitantes da capital, da Grande São Paulo e de parte do interior, voltou a ter queda no nível de armazenamento neste domingo, 17, segundo boletim da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

Na região que abastece o Cantareira, a pluviometria acumulada deste mês registra 0,9 milímetros, ante 88,7 milímetros da média histórica para abril. Nesta segunda-feira, o Sistema Rio Claro também se manteve estável (101,6%), enquanto o nível de armazenamento de todos os outros reservatórios caiu.

Outros mananciais

O Guarapiranga teve queda de 0,3 ponto porcentual, atingindo 82,4%. Já o Alto Tietê, que juntamente com o Guarapiranga ajudou a "salvar o Cantareira", caiu 0,1 ponto porcentual. O Sistema opera com 41,4%, ante 41,5% do dia anterior.

A maior queda ocorreu no Sistema Rio Grande, que teve perda de água armazenada em 0,5 ponto porcentual nas últimas 24 horas. O Rio Grande tem 90,4% da sua capacidade - neste domingo, era 90,9%. O nível de água no Alto Cotia também caiu, passando de 99,3% para 99,1%, uma queda de 0,2 ponto porcentual.