22°
Máx
14°
Min

Sobe para 4 o número de mortos por enchentes na França, mas rio começa a baixar

Paris, 04 (AE) - O número de mortos pelas enchentes na França subiu para quatro, informaram autoridades neste sábado. O nível do rio Sena, em Paris, começou lentamente a baixar, após atingir seu pico na madrugada de sexta-feira para sábado.

Autoridades advertiram, porém, que pode levar até dez dias para que o rio retorne a seu leito normal, após subir ao nível mais alto em quase 35 anos, cerca de 4,5 metros acima da média.

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, disse que o número de mortos pelas chuvas no país subiu para quatro, enquanto outras 24 pessoas ficaram feridas. Valls falou após uma reunião do centro de crise do governo neste sábado. Ele não deu detalhes sobre a morte mais recente, a quarta no país. Com isso, o número de mortos em toda a Europa pelas chuvas dos últimos dias chegou a 17.

Valls afirmou que o nível da água do Sena está recuando "lenta mas constantemente" em Paris. Segundo ele, várias reuniões ministeriais estão agendadas para a próxima semana para garantir a rápida ajuda às pessoas afetadas. O premiê pediu que os turistas e moradores de Paris observem atentamente as precauções de segurança, já que muitos têm caminhado nas proximidades do rio para observar o raro fenômeno.

Quase uma semana de fortes chuvas causaram grandes enchentes em partes da França, da Alemanha, da Romênia e da Bélgica.

Segundo a companhia de energia Enedis, mais de 17 mil residências seguiam sem eletricidade neste sábado na região de Paris e no centro da França. Autoridades fecharam o Museu do Louvre, a biblioteca nacional, o Museu d'Orsay e o Grand Palais. O Louvre, onde fica a "Mona Lisa", de Leonardo da Vinci, não deve ser reaberto até a quarta-feira. Funcionários apressaram-se para remover certa de 250 mil obras de arte de áreas da reserva técnica, no porão, diante do risco de uma enchente na parte mais baixa do museu. O Museu d'Orsay, famoso por seu acervo de impressionistas, fechará durante este fim de semana.

Várias linhas ferroviárias e de metrô estavam fechadas no centro de Paris e motoristas tiveram problemas no trânsito na capital e no seu entorno, por causa das vias alagadas.

O serviço meteorológico francês informou no sábado que havia alerta de enchente para 14 regiões do país, sobretudo no centro e no oeste, inclusive em Paris. Poderia haver enchentes neste fim de semana ao longo do curso do Sena, na região da Normandia. Fonte: Associated Press.