27°
Máx
13°
Min

Temer faz vídeo sobre Fies sem citar mudança na forma de pagamento

Usando novamente a estratégia de comunicação de gravar vídeos para emplacar ações positivas do governo interino, o presidente em exercício, Michel Temer, divulgou nesta sexta-feira um comentário seu a respeito do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) sem citar a mudança na forma de pagamentos de taxas do programa, conforme Medida Provisória 741, publicada nesta sexta-feira, no Diário Oficial.

Assim como fez aos beneficiários do Bolsa Família, Temer novamente "se apresentou" àqueles que desejam ingressar no ensino superior e destacou um anúncio feito no dia 16 de junho, quando o governo federal anunciou a abertura de 75 mil vagas para o Fies. "Eu sou Michel Temer e estou falando aqui da presidência da República para dar, penso seu, uma boa notícia para você, especialmente para aqueles que pensam em ingressar nas universidades e não tem condições, muitas vezes, de pagar a universidade", disse o presidente em exercício.

"Nesses últimos dias nós criamos mais 75 mil vagas para essas bolsas do Fies, portanto, você que quer frequentar uma universidade e talvez não tenha condições neste momento de fazer o pagamento, saiba que ao seu lado está o governo", completou o presidente em sua fala.

A MP 741, publicada nesta sexta-feira, modifica a Lei do Fies, de 2001, e estabelece uma nova forma de remuneração dos bancos que prestam serviços ao governo relacionados ao programa. Agora, as despesas do Fies que eram cobertas diretamente pelo governo passarão a ser custeadas pelas instituições de ensino. Segundo a MP, essa remuneração será mensal e corresponderá a 2% do valor dos encargos educacionais liberados às empresas.