22°
Máx
16°
Min

Trabalhadores da Embrapa fazem paralisação nacional pelo reajuste salarial

(Foto: colaboração/Marcos Vinicius Sidoruk Vidal) - Trabalhadores da Embrapa paralisam atividades
(Foto: colaboração/Marcos Vinicius Sidoruk Vidal)

Os trabalhadores da Embrapa Florestas, cuja unidade é sediada em Colombo, estão mobilizados nesta quarta-feira (29), aderindo a paralisação nacional que a categoria promove. De acordo com o representante dos trabalhadores, Marcos Vinicius Sidoruk Vidal, a motivação para o protesto é o fato de a direção da empresa simplesmente ter abandonado a mesa de negociação salarial. “Nossa data base é maio. Estávamos em conversação e a empresa ofereceu um percentual que não contempla nem mesmo a inflação do período”, explica. “A categoria não aceitou, e a Embrapa se retirou da negociação”, acrescenta.

Vidal explicou, que o sindicato pede cerca de 11,30%, valor que cobriria a inflação e o PIB Agrícola de 2015, enquanto a oferta foi de 8,28%” “A Embrapa, com as pesquisas e todo o trabalho que desenvolve, colabora e muito para os bons índices do PIB agrícola, e dessa forma, nada mais justo que termos este valor integrado aos nossos salários”.

Os trabalhadores pedem ainda “respeito aos trabalhadores que promovem a segurança alimentar nacional”. “O Governo Federal diz que não tem dinheiro para garantir nosso reajuste justo, mas para o judiciário e para o legislativo os reajustes são concedidos”.