22°
Máx
14°
Min

Universitária e ex-namorado são achados mortos em Bauru

Após uma denúncia anônima, policiais militares localizaram o corpo da estudante universitária Dayane Mozer, de 24 anos, assassinada com um tiro na nuca, numa estrada de terra na zona rural de Bauru, interior de São Paulo, às 23 horas de segunda-feira, 29. Seis horas depois, já na manhã desta terça-feira, 1º de março, os policiais acharam o corpo do motorista Lucas Matheus Franco Lima, de 26 anos, com um marca de tiro na cabeça. Os dois eram namorados e estavam rompidos havia duas semanas.

A Polícia Civil acredita que Lima matou a namorada, deixou o corpo no local e, em seguida, tirou a própria vida. Os locais onde os corpos foram achados, na Ponte do Cedro, acesso do município de Piratininga, são próximos. Além disso, foi apreendido um revólver calibre 38 ao lado do corpo do motorista. Ele estava caído próximo do caminhão-baú que usava para trabalhar. Junto ao corpo de Dayane, estavam a bolsa com documentos e pertences pessoais. Familiares da jovem disseram à polícia que Lima não aceitava o fim do namoro.

O rapaz teria convencido a jovem a se encontrar com ele, após as aulas, na tentativa de reatar a relação. Com uma possível negativa, teria decidido matar a ex-namorada. Na página da jovem numa rede social, a última foto em que o casal aparece junto foi postada no dia 19 de fevereiro.

O delegado da Polícia Civil Francisco Brumat Filho encaminhou a arma e os celulares dos jovens para perícia. Ele também ouviu familiares que reforçaram a tese de crime passional. Os corpos foram levados para perícia no Instituto Médico Legal (IML) de Bauru.