24°
Máx
17°
Min

Cascavel Azul: Conscientização, Prevenção e Combate ao Câncer de Próstata

 Todos os homens com idade superior a 45 ou 50 anos devem realizar exames preventivos (Foto: Assessoria NRE) - Conscientização, Prevenção e Combate ao Câncer de Próstata
Todos os homens com idade superior a 45 ou 50 anos devem realizar exames preventivos (Foto: Assessoria NRE)

A campanha “Cascavel Azul – Na Luta Contra o Câncer” para a conscientização, prevenção e combate ao câncer de próstata no município terá início na terça-feira (02), como forma de incentivar homens a ampliar os cuidados com a saúde.

Até o dia 27, as unidades de saúde de Cascavel trabalharão em horário especial com avaliações médicas, solicitação de exames, avaliação de saúde bucal, verificação de situação vacinal, confecção de cartão SUS (Sistema Único de Saúde), avaliação antropométrica (medição das variações físicas e na composição corporal global), além de palestras educativas sobre temas relacionados à saúde do homem.

Dando início às atividades do mês de agosto, na manhã desta segunda-feira (01), o Dr. Marcos Valério Zschornack realizou a palestra “Novas Abordagens Genômicas na Medicina de Precisão em Oncologia” aos funcionários do Núcleo Regional da Educação (NRE) de Cascavel, com apoio no tema A Saúde do Homem.

Voluntários do Movimento Cascavel Rosa também se fizeram presentes. A partir do lema “Em agosto, o Rosa cuida e apoia o Azul”, alertaram sobre cuidados com a saúde e distribuíram laços de fitas azuis para uso no decorrer do mês.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o câncer é a segunda doença que mais mata em todo o mundo, ficando atrás somente dos transtornos cardiovasculares. Estima-se que em 2030 o número de pessoas com a enfermidade deva chegar a 75 milhões e a taxa anual de mortalidade atinja a casa dos 13 milhões.

A recomendação do Ministério da Saúde é de que todos os homens com idade superior a 45 ou 50 anos realizem exames preventivos, já que a chance de um homem desenvolver câncer de próstata aumenta proporcionalmente com o aumento do nível do Antígeno Prostático Específico (PSA), substância produzida pelas células da glândula prostática. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), a detecção da doença em estágios iniciais aumenta em 90% as chances de cura.

Colaboração: Assessoria NRE