27°
Máx
13°
Min

Cientista formado pela UFPR está cotado para Nobel de Física

(Foto: University of Aberdeen) - Cientista formado pela UFPR está cotado para Nobel de Física
(Foto: University of Aberdeen)

O cientista Celso Grebogi é o único brasileiro cotado para receber o Prêmio Nobel de Física. Ele, que se formou em Engenharia Química em 1970 pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), foi citado na 2016 Thomson Reuters Citation Laureates, lista que aponta pesquisadores cujos avanços são renomados e exercem forte influência na comunidade científica nas áreas de Química, Física, Fisiologia ou Medicina e Economia. A relação já previu 39 laureados desde 2002.

A cotação foi feita pela descrição de uma teoria de controle de sistemas caóticos, o Método OGY – em referência às iniciais dos cientistas Grebogi, Edward Ott e James A. Yorke. A UFPR destacou que trabalho desafiou a convicção científica de longa data que o caos era incontrolável e virou referência na área.

“É um privilégio ter o nosso trabalho, que abriu toda uma nova área de pesquisa, mudando filosoficamente a nossa maneira de pensar sobre o caos, em companhia de tamanho avanço na física”, comentou o professor. O Prêmio Nobel de Física será anunciado em 4 de outubro.

Grebogi é mestre em Física pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, mestre e doutor em Física pela University of Maryland (Estados Unidos) e pós-doutor em Física, especializado em Teoria de Sistemas Dinâmicos, pela University of California at Berkeley (Estados Unidos), atualmente o pesquisador ocupa a cátedra Sixth Century Chair em Sistemas Complexos e Não-Lineares da University of Aberdeen, na Escócia.