20°
Máx
14°
Min

Funcionários de Pronto Atendimento do Morumbi reclamam de ofensas de pacientes

Após o vídeo de um pai denunciando a demora no atendimento do Pronto Atendimento do Morumbi ganhar as redes sociais e causar grande repercussão, funcionários da unidade decidiram mostrar o outro lado da história. Os técnicos em enfermagem reclamam do alto nível de estresse que passam no dia a dia e denunciam a crise na saúde pública. 

Cátia Regina Fiorentin é técnica no PA do Morumbi e diz que a situação vivida após a divulgação do vídeo aumentou a tensão durante o trabalho. “Nós vivemos muito estressados. A forma como a reclamação foi feita não resolve o problema. É muito fácil ir a uma rede social e falar o que quer, mas isso não resolve nem o problema da pessoa e nem nos pune”.

O técnico em enfermagem Claudir Viana Brito afirma que não condena a atitude do pai, mas questiona as afirmações feitas na gravação. “Quando ele diz que aguardava atendimento desde as 7h da manhã não é verdade. A criança foi atendida, fez exames e retornou mais tarde, passando pela consulta médica. Inclusive, ele foi liberado com receita".

Por dia, cerca de 300 pessoas são atendidas no local. Os funcionários argumentam que também passam pela mesma situação, pois têm filhos e parentes que precisam de atendimento e aguardam horas em unidades de saúde públicas. Dizem, ainda, que acabam sendo ofendidos por consequência da falta de investimento do poderes públicos.

Colaboração: Márcio Falcão/Rede Massa.