21°
Máx
17°
Min

Fundação Araucária lança chamada para estudo da dengue, zika e chikungunya

(Foto: Tasso Marcelo / Estadão Conteúdo) - Fundação Araucária lança chamada para estudo da dengue, zika e chikungunya
(Foto: Tasso Marcelo / Estadão Conteúdo)

A Fundação Araucária, em parceria com a Secretaria Estadual da Saúde, lançou nesta quinta-feira (05) a chamada pública referente ao Programa de Pesquisa para Políticas Públicas Estaduais de apoio emergencial para o estudo da dengue, zika e chikungunya, transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti. O objetivo é apoiar e financiar projetos que visem o desenvolvimento de evidências científicas que permitam o diagnóstico rápido e eficaz das três doenças. 

O valor disponibilizado para este edital é R$ 1 milhão. A submissão eletrônica deve ser feita até 06 de junho e o envio das propostas impressas até 09 de junho. A previsão para divulgação do resultado final desta chamada é a partir de outubro de 2016. 

Desde o início deste ano, a Fundação Araucária participa do Plano Emergencial de Enfrentamento às doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti. A atuação ocorre em parceria com outras Fundações de Amparo ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico de todo Brasil e também com o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap). O plano é coordenado pelo Ministério da Saúde e aborda aspectos que alavancam a pesquisa sobre doenças como dengue, febre zika e chikungunya. 

“Vamos priorizar pesquisas que em curto prazo nos tragam novos produtos nas prateleiras do comércio. O Paraná possui estudos muito avançados em relação ao diagnóstico da zika, chikungunya e dengue como, por exemplo, pesquisas com pesticidas que auxiliam na eliminação do mosquito e também repelentes para evitar a picada do inseto”, destacou o presidente da Fundação Araucária, Paulo Brofman. 

Além das chamadas públicas relacionadas ao PPSUS, Pronex, ao Programa de Organização de Eventos e o de Pesquisa em Zika Vírus, Chikungunya e Dengue no Estado do Paraná, mais dois outros editais serão lançados nos próximos dias, de acordo com autorização assinada pelo governador Beto Richa no mês passado. Os novos editais referem-se à pesquisa básica e aplicada para todas as áreas do conhecimento e à bolsas de Produtividade em Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico/Extensão.

Colaboração AENPr.