21°
Máx
17°
Min

Governo libera R$ 28,6 milhões para unidades de saúde de 249 municípios

O governador Beto Richa anunciou hoje (19), no Palácio Iguaçu, a liberação de R$ 28,6 milhões para a compra de equipamentos para Unidades de Saúde da Família de 249 municípios. Cada prefeitura receberá R$ 115 mil. Mesas clínicas, aparelhos de consultório odontológico, pinças, autoclaves, além de mobiliário, poderão ser adquiridos com os recursos.

“Estamos mais vez demonstrando o compromisso com a saúde pública de qualidade e com um atendimento mais ágil e humano”, afirmou o governador. 

“Nesse período de dificuldade econômica, é muito importante que o Estado apoie as prefeituras paranaenses com recursos para investimentos”, disse ele.

O recurso para a compra dos equipamentos é da Secretaria de Estado da Saúde, pelo programa de qualificação da atenção primária do SUS (ApSUS), criado pelo governador e que já destinou R$ 183 milhões para a construção, reforma ou ampliação de 503 unidades de saúde em todo o Estado. 

Richa ressaltou a importância e a atenção que sua administração dá à área da saúde. “No nosso governo, a saúde vive um bom momento. Em quatro anos, investimos nesta área mais que o dobro do governo anterior. Isso mostra a responsabilidade com uma área que é essencial para população”, afirmou. 

Agilizar

O secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, explicou que os recursos são liberados pela modalidade fundo a fundo, sem a necessidade burocrática de convênios. “É uma forma de agilizar para que os recursos cheguem logo às cidades”, disse ele, ressaltando que o valor é exclusivo para compra de equipamento médico, odontológico, de enfermagem e mobiliário para unidades.

“Saúde começa pela base, capacitando e estruturando a atenção básica. Assim é possível organizar todo o sistema de saúde. É dessa forma que o governo estadual trabalha, investindo nas cidades”, disse. 

Apoio aos municípios

No começo do ano, o Estado repassou R$ 19 milhões para 156 municípios equiparem suas unidades de saúde. Além disso, foram repassados R$ 157 milhões para o custeio das unidades e até o final do ano serão destinados mais R$ 41 milhões. O total de é R$ 198 milhões em seis anos. 

Ainda através do ApSUS, 35 mil profissionais de atenção primária estão sendo capacitados para suas funções. 

“Tudo para garantir a oferta de serviços de saúde mais qualificados para a população”, disse Caputo.

Colaboração AENPr.