23°
Máx
12°
Min

População pode fazer testes rápidos de HIV em Foz nesta quinta-feira

A Secretaria Municipal da Saúde (SMSA) e a 9ª Regional da Saúde realizam nesta quinta-feira (1º) uma série de ações no Dia Mundial de Combate à Aids. Além do uso de preservativos nas relações sexuais, os moradores também são incentivados a fazer o teste rápido que detecta a presença do vírus HIV. 

Em Foz, a população poderá fazer testes rápidos no local na 9ª Regional da Saúde (R. Santos Dumont, 460 - Centro, Foz do Iguaçu - PR, 85851-040). À tarde, das 14h até às 17h, o trailler do projeto A Hora é Agora estará à disposição dos moradores na Praça do Mitre, seja para diagnósticos ou para orientações e informações. No mesmo espaço, a Associação de Travestis e Transexuais de Foz do Iguaçu estará distribuindo folders e preservativos masculinos e femininos. A entidade é conhecida como Casa de Malu, homenagem a uma jovem travesti que morreu em 2003, aos 22 anos, vítima da Aids.

Este ano, até o dia 18 de novembro, foram confirmados 142 novos casos de HIV/Aids em Foz. Em média, a cada 53 horas a cidade registra um diagnóstico positivo para a doença.Os dados foram divulgados pelo programa municipal de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST). Em 2015, foram 143 casos, 15% a mais que em 2014 quando foram registrados 124 diagnósticos. Desde 1988, quando a doença começou a ser notificada, já foram identificadas 2.556 pessoas com o vírus HIV nos nove municípios da região, sendo 75% de Foz do Iguaçu.

O perfil regional dos soropositivos revela que 57% são homens e 43% mulheres; 73% são da raça branca, 18% parda, 7% negra e 2% amarela; e a faixa etária com maior número de casos é entre 20 e 49 anos, na qual estão 77% das mulheres e 82% dos homens. A maioria, 98% das mulheres e 71% dos homens, disse ser heterossexual. 

Colaboração: Roberta Campos/Rede Massa.