22°
Máx
16°
Min

Projeto de Fisioterapia no tratamento de bexiga hiperativa seleciona pacientes em Londrina

Mulheres acima de 18 anos com sintomas de bexiga hiperativa podem se inscrever no projeto de extensão Fisioterapia no Tratamento de Bexiga Hiperativa, coordenado pela professora Janaína Mayer de Oliveira Nunes, do Departamento de Fisioterapia, do CCS-UEL.

O projeto trata da incontinência urinária. A professora Janaína cita quatro sintomas que identificam paciente com esse problema. 1) Freqüência urinária aumentada com idas ao banheiro várias vezes durante o dia; 2) Ter que levantar à noite para ir urinar; 3) Urgência urinária (vontade incontrolável de urinar); 4) Perda involuntária de urina.

O atendimento começou em abril deste ano, dois dias por semana, das 12 às 14h, no Ambulatório de Fisioterapia do HU. Cada paciente recebe tratamento fisioterápico de cerca de meia hora por sessão, por um período de um mês e meio.

Não há limite de vagas. As interessadas devem entrar em contato com a Janaína, pelo telefone 9985-7045, ou com a residente Talita (9696-1646).

(com informações da assessoria de imprensa)